Cultura...


A Bunda
A bunda que engraçada
Está sempre sorrindo, nunca é trágica
Não lhe importa o que vai pela frente do corpo.
A bunda basta-se.
Existe algo mais? Talvez os seios.
Ora-murmura a bunda- esses garotos
ainda lhes falta muito que estudar.
A bunda são duas luas gêmeas
em rotundo meneio. Anda por si
na cadência mimosa, no milagre
de ser duas em uma, plenamente.
A bunda se diverte por conta própria.
E ama.
Na cama agita-se. Montanhas
avolumam-se, descem. Ondas batendo numa praia infinita.
Lá vai sorrindo a bunda. Vai feliz
na carícia de ser e balançar.
Esferas harmoniosas sobre o caos.
A bunda é a bunda,
redunda.

Carlos Drummond de Andrade

Só Acontece no Ônibus...

O bom e velho ônibus.
Quem nunca andou de busão não sabe o que tá perdendo!
Ás 18:00h você fica tanto tempo no ponto, que quando o ônibus chega você fica até feliz, mesmo já percebendo ao longe que o ônibus está lotado, você já sabe que ele está lotado porque de longe já dá para ver uma bunda grudada no vidro, ao lado do motorista. A dona da bunda geralmente não paga a passagem!
O ônibus chega para e você não precisa fazer mais nada, é só ficar parado que você entra levado por empurrões.
Em Guarulhos, que é onde moro, a passagem é R$3,30, além de ser um absurdo nunca me devolvem os malditos 20 centavos, qualquer dia vou chegar na catraca e dizer: " Libera a catraca, desconta dos 20 reais que você me deve, porque depois de 100 dias sem me devolver os 20 centavos é isso que você me deve."
Fora isso dentro do ônibus sempre tem:
-Uma criança que fica te encarando, te mostrando a língua e quando você olha com cara feia, a mãe dela vira e acha que é você quer fazer mal para o anjinho dela.
-Uma pessoa com um perfume forte, doce, e horrível.
-Uma pessoas com CC, essa não pode faltar sempre tem, eu acho que atraio esse tipo de gente, homem ou mulher, sempre se instala ao meu lado, e eu com 1,44 cm de altura fico na zona do perigo sem ter para onde fugir.
-Uma pessoa que não possui um fone ouvido, ouvindo funk no último volume.
-Alguém que peida, essa você nunca sabe quem é, só sente o arzinho subindo!
-Pessoas que voltando da escola em bando, que começam a rir quase como gritos, mexem com os outros usando piadas que deixam as pessoas chateadas.
Etc., etc., etc.
Vez e outra também aparecem bêbados e pessoas para vender balas.

Mas um semestre se vai...

  Nossa graças a Deus mais um final de semestre sem nenhuma DP, não que ela seja o fim do mundo é só que cada DP é o valor de uma mensalidade inteira, e se eu tivesse esse dinheiro todo não estaria aqui escrevendo nas férias estaria viajando :).
 Mas deixando minhas ilusões para outro dia, me impressionou a quantidade de pessoas que já desistiram da     arquitetura. Eu sei que é difícil, que não temos mais vida, que não temos mais dinheiro temos apenas trabalhos atrasados e cola de poliestireno nos dedos, não sei para eles, mas tudo na arquitetura me atrai desde otimizar os espaços até como uma área verde, um pequeno jardim de inverno atrás de uma parede de vidro pode trazer mais alegria para uma família inteira.
 Imagina alguém que acorda triste, anda pela casa senta, olha ao redor e se lembra, que aquela é casa que ela sonhou um dia, tudo como em seu sonho... Isso é lindo, e o arquiteto pode fazer isso, e eu quero estudar e ter esse poder.


Tecnologia do Blogger.

Flickr Images

Like us on Facebook